NÚCLEO DO PORTO

RUA JOAQUIM TÁVORA Nº 80,
VILA MATIAS - SANTOS SP
TELEFONE: (13) 3225-5428

UM COMPORTAMENTO DIFERENTE NO NOVO ANO !!!

2017-1

Ao final de cada ano é a oportunidade de se avaliar o emaranhado de acontecimentos e fatos que tem reflexos na nossa vida e de todas as pessoas, mesmo aquelas que não fazem parte do nosso círculo de convivência.. Seja qual for o nível social, a idade ou a região onde mora, o ser humano se deixa levar por sonhos, pela imaginação, pelos desejos de obtenção de presentes e também de presentear, enfim, não faltam boas intenções. Mas faltam resultados positivos em muitas situações que bem conhecemos. Afinal, vivemos numa sociedade desigual em pelos menos dois sentidos. No primeiro, claro, pela diferença de classe social. Uns são ricos, outros são o que podemos denominar como providos do necessário para uma vida da qual não podem reclamar. Mas há um número muito maior daqueles que vivem em situação que beira o desespero. Entre estes há os que se esforçam para obter o mínimo para sua sobrevivência, mas há quem nada tenha e mais, sobrevivem de favores, de doações, de campanhas humanitárias. A outra questão que merece ser destacada é a forma de relacionamento de vários segmentos sociais. O fato de dispor de mais recursos, de ter acesso a mais informações não acrescenta muito à forma de agir de muitos dos que estão numa situação melhor. E com o conhecimento adquirido poderiam dar uma contribuição positiva para evitar não apenas as diferenças sociais, mas também a melhoria no relacionamento humano. Que proporcionaria mais amistosidade e por conseguinte, menos violência mesmo entre amigos. Esta é uma questão que deve merecer uma profunda reflexão, partindo do principio de que vivemos nas mais diversas comunidades, com pessoas simpáticas ou não, mas de convívio frequente. Esta é uma questão que deveria merecer uma atenção e que tal começar por coisas simples?. Que tal adotarmos como costume o cumprimento ao vizinho, com um sorriso sincero. Uma saudação comum ao motorista do coletivo que usamos regularmente. E vai por ai afora, levando esse comportamento para o local de trabalho, para os locais onde estudamos, para a entidade religiosa que frequentamos. Em todos os casos o objetivo principal é facilitar o diálogo que nos leve a discutir problemas da nossa comunidade , buscando formas de soluções que atendam ao interesse de todos. E um problema grave, por certo, é a questão social, a busca de criação de empregos, de atendimento à saúde, à educação e assim por diante. De forma sintética, o que concluímos é que o diálogo, a conversa, a participação devem fazer parte da nossa rotina no ano que está começando.Se cada um fizer sua parte, por certo a possibilidade de atingir um outro patamar nos relacionamentos será mais objetiva.

Uriel Villas Boas-Militante do Fórum da Cidadania-Fórum Cresce Baixada-Fitmetal-CTB e MAP.LP- - Santos, oabsp 242058-Fone 991119767

facebook-1 twitter

Porto e Poesia

Visitantes on-line

Temos 30 visitantes e Nenhum membro online